Nova antena parabólica digital chega à Sergipe e beneficia mais de cinco mil lares

Por Portal Sergipano em 18/01/2023 às 22:32:57

Na zona rural de Itabaiana, em Sergipe, Luzia Porcino e a mãe, Aurinha Maria Porcino, de 88 anos, não veem a hora de assistir, em uma imagem de qualidade, ao jogo do Flamengo. Dar adeus às imagens chuviscadas será possível com a instalação da nova antena parabólica digital. Já o morador de Aracaju, Cícero dos Santos, já garantiu a dele. Beneficiário do CadÚnico, ele realizou a troca de equipamento há pouco mais de três meses e agora só tem o que celebrar. "Sempre usamos parabólica, mas nunca tivemos uma boa qualidade na imagem. Era tudo meio tremido. E agora não… parece cinema! Foi tudo tão rápido, valeu a espera", declara.

Cícero faz parte das quase 5,1 mil famílias de baixa renda de quatro cidades do estado de Sergipe – Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão – com direito à instalação gratuita da nova parabólica digital. A substituição é feita pela empresa Siga Antenado, entidade criada por determinação da Anatel, responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku).

A instalação da nova parabólica digital é necessária para que a tecnologia 5G possa ser ativada com todo o seu potencial. Como a tecnologia vai operar na mesma frequência da parabólica tradicional (Banda C), a população que utiliza esse serviço para receber sinal de TV aberta deverá trocar seus equipamentos pelos que operam em outra faixa, a Banda Ku.

O presidente da Siga Antenado, Leandro Guerra, destaca os benefícios da nova antena. "Os benefícios mais visíveis são novos canais, programação regional e melhor qualidade de imagem e de som. Os equipamentos, tanto a antena quanto o receptor, também são mais modernos. E a programação continua aberta, gratuita", explica.

Quem tem direito à substituição gratuita?

A instalação gratuita é destinada às famílias de menor renda inscritas em Programas Sociais do Governo Federal – como Auxílio Brasil, Pronatec, Carteira do Idoso, entre outros – e que já tenham a antena parabólica tradicional em pleno funcionamento no momento da visita dos técnicos.

Como fazer o agendamento?

Os beneficiários de programas sociais devem acessar o site sigaantenado.com.br. No lado direito e no alto da tela, clique no botão "Programa de Distribuição de Kit". Na tela que surgir, informe o NIS (Número de Identificação Social) ou CPF. Se a distribuição já tiver começado em sua cidade e seu nome estiver na lista, preencha um questionário para que nossa equipe verifique se está apto a fazer o agendamento. Outra opção é ligar para o ligar para 0800 729 2404.

Não tenho direito ao kit gratuito. O que fazer?

Quem tem a parabólica tradicional e não tem direito ao kit gratuito, deve procurar lojas de eletrônicos ou os antenistas que atuam em sua região. Eles poderão dar toda a orientação necessária para a aquisição e instalação da nova parabólica digital e do receptor adequado para a banda Ku.

Apenas quem assiste TV pela parabólica tradicional precisa substituir os equipamentos pela nova parabólica digital, inclusive o receptor. Mas quem já assiste TV pelo sinal digital terrestre (antena espinha de peixe), pela parabólica digital, por streaming (internet) ou é cliente de TV paga, não precisa fazer nada, pois não sofrerá qualquer impacto pela mudança.

SIGA ANTENADO

A Siga Antenado é uma instituição não governamental criada por determinação da Anatel. Sem fins lucrativos, a entidade é a responsável por apoiar a população de menor renda durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku).

Comunicar erro
Sergas

Comentários

Unit